Páginas

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Só o que importa

O que se leva dessa vida é a vida que se leva. Certa vez escutei essa frase numa telenovela e fiquei com ela na minha cabeça por algum tempo e para mim não fazia muito sentido. Eu devia ter uns 14 anos e não me questionei muito.
Hoje entendo essa frase e levo comigo sempre porque não importa o que aconteça com você, quem você esbarre pelo caminho, o que importa é o modo como leva a vida. E sabe do que mais? O que importa mesmo, é o que você decide guardar dentro de você. A sua bagagem.
Creio que por ser final de ano todos nós façamos um "check up" mental, uma retrospectiva sobre o que aconteceu. Fiz isso em novembro e percebi que não importa se eu não esteja com o príncipe encantado do meu lado(ainda!), ou se ainda não tenha o emprego dos sonhos(ou emprego nenhum), eu conheci tanta gente boa esse ano. Pessoas que me passaram tanto energia positiva(a maioria delas!) e que sei que vou levar comigo seja em lembranças, seja cotidianamente.
Quando falei que a gente decide o que guardar, quis dizer que por mais coisas ruins que tenham acontecido contigo, você pode treinar sua mente para encarar isso de modo que o saldo positivo se sobreponha ao negativo, que é o que a gente vê enquanto aquele acontecimento está fresco na mente. Mas ele tende a esfriar e quando a mente acalma, tudo se acalma.
Sempre fui um pessoa muito estressada, aquela do "quando não é 8 é 80", porém ultimamente tô tentando ser mais zen, ser calma e a aprender a encarar com leveza os intemperes da vida, porque o que importa não é onde você quer chegar, e sim o modo como você chegará.
Por isso quero que quem quer que esteja lendo esse post, veja que há mais beleza do que tristeza na vida e lembre-se sempre que o que se leva dessa vida é a vida que se leva.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Dica de música edição gold: Lianne La Havas

Boa tarde!
Há um tempo não falo de música por aqui. Inadmissível,eu sei, mas voltei com força total e com uma dica sensacional.
Pessoinhas do meu Brasil, apresento-lhes Lianne La Havas.
A conheci quando olhava o instagram de uma pessoa que sigo e foi então que me deparei com o print do álbum da Lianne. Resolvi ouvir e me apaixonei! Foi muito amor! Ela é londrina e lançou seu debut em 2012 cuja repercussão(seu disco foi tão bem vendido, a ponto de ser eleito o “Álbum do Ano” pela iTunes Store em 2012)  lhe deu a oportunidade de participar este ano do Glastonbury Festival.
Ela canta soul, o R&B e o folk. Além de tocar intrumentos, sua voz é o que realmente encanta ao ponto de te deixar em dúvida em qual das versões preferir, ao vivo ou de estúdio, eu fico com as duas.
Suas letras me transmitem sentimentos,tangíveis,palpáveis,reais,não é aquele besteirol ao qual estamos acostumados por seu vocal ser tão bem trabalhado que tudo soa espontâneo.  É música que fala com a alma.
Filha de músicos, ela cresceu vendo sua mãe (jamaicana) tocar com Jill Scott e Mary J. Blige e foi ensinada pelo pai (grego) a tocar o básico de violão e piano. Essa miscigenação e a variedade no gosto musical que seus pais lhe ensinaram desde pequena dão a Lianne uma criatividade muito contemporânea que dialoga diretamente com estilos tão tradicionais, como o soul.
Seu álbum "Is Your Love Big Enough?" traz  12 faixas das quais destaco "Elusive", "Lost & Found", "Age", "No Room For Doubt" e "Gone". Minha preferidas. 

Espero que tenham gostado da dica. 

Beijos e abraços.

Ps. Não me abandonem,visitem o blog (: 

sábado, 2 de novembro de 2013

Desapegue

"A renúncia é a libertação. Não querer é poder".

Na quarta-feira, como de costume, vou à gruta¹ onde ajudo e ouço as belas palavras do Padre Claudio. Nessa semana, o evangelho era sobre a porta estreita, a partir dai ele fez uma analogia utilizando o excesso de bagagem e como consequência positiva, o desapego. 
Muitas vezes ouvi que não iremos passar pela porta estreita porque ela era a entrada mais difícil e, como os seres pecadores que somos iríamos querer a porta larga onde a passagem de todos é garantida sem nenhum esforço, porém o padre me deu uma nova visão sobre isso, dizendo que muitas vezes, ou na maioria delas, o que não nos deixa passar pela porta estreita é o peso extra que levamos conosco, a bagagem excedente que insistimos em levar com a gente, aquele amor irracional levado às últimas instâncias, o ciúme sem explicação e egoísta, e todos aqueles sentimentos que são DEMAIS, que pesam a nossa aura, que faz o nosso espírito murchar ao invés de brilhar.

Não me entendam mal, não estou dizendo que devem ser católicos, mas o ensinamento vale para qualquer religião porque tudo que é demais sobra, e o resto, bom... ele não serve de muita coisa, ele só angustia.

Sejamos felizes e desapegados o quanto pudermos. Vamos amar com medida e principalmente deixar fluir e não ficar racionalizando tudo! 

Beijos e abraços

¹ Gruta Sagrado Coração de Jesus vulgo Cantinho do Céu. 

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

É preciso andar antes de correr

O título da postagem é uma frase dita por Christian Grey que o seu médico costumava dizê-lo, e não vejo outra maneira senão esta de iniciar essa postagem. Pois é caminhando que se chega a algum lugar. 

Eram duas da manhã de hoje, quando acabava de terminar a leitura do terceiro livro da trilogia 'Cinquenta Tons' de E. L. James. 
Ao contrário do que ouvi dos livros, e, especificamente o primeiro, eu amei de cara. Uma empatia instantânea, talvez por minha afinidade pessoal em psicologia, analisar as ações humanas e dotá-las de significado, talvez...
Para começar, a de se convir que os livros não possuem grande requinte literário a espelho de outras obras da literatura inglesa. A de se ter também em vista que muitas dessas obras inglesas foram escritas em outras épocas, o que se precisava ser dito e da maneira como eram vistas nestas épocas. 
Cinquenta Tons é uma leitura que me desafiou desde o primeiro capítulo, porém fui me rendendo à Anastásia, seu jeito atrapalhado e olhar ingênuo que me lembraram de alguém que conheço bem, a mim mesma.
O Christian Grey em grande parte do primeiro livro, me pareceu um cara metido, babaca, acostumado a ter todas as mulheres caídas a seus pés e a seu controle irracional. Sim, ele tem todas essas características citadas, mas o contato com Ana(como ela gosta de ser chamada) vai mudando algo nele(como em a bela e a fera), que no primeiro livro não se percebe tanto quanto no segundo, Cinquenta Tons Mais Escuros. A evolução do personagem é o que me fez amá-lo,porque ele tem 50 tons, 50 máscaras, 50 sorrisos, 50 tudo, mas uma doçura que só é despertada através da Ana. Em 50 Tons de Liberdade, o terceiro livro, há uma parte em que ele diz que ela virou o mundo dele de ponta cabeça e ele não sabia como se sentia com isso porque ele sempre foi um maníaco controlador, foi tão sincero e dotado de uma carga sentimental que não tem como não se envolver, tem?  
O primeiro livro da trilogia trata-se do encontro deles e o instantâneo fascínio mútuo, a relutância dela em aceitar seus sentimentos por ele e vice e versa. Desse modo fica resumido, cru demais, mas a autora amarra essa trama tão bem que me fez não desgrudar um mísero instante do livro a ponto de perder a noção do tempo enquanto lia,não queria fazer outra coisa a não ser me divertir com a Ana e o Grey. 

Claro que não posso deixar de avisar aos desavisados que se trata de uma literatura permeada de sensualidade e hedonismo, mas também dotada de sentimentos puros que as personagens vão descobrindo (Christian em específico). Sentimentos esses que desnudam Christian e explicam, no segundo e no derradeiro livro, os motivos por ele agir de tal modo e a decisão drástica que toma a fim de manter o que pensou que jamais teria, uma relação comum. 
Essa estimulante descoberta dos dois talvez seja o que me motivou a não parar de ler. Ver o quão bonito foi como a autora conduziu esse enredo,me dá vontade de escrever para que ela prossiga escrevendo sobre eles, já era como se eles fizessem parte da minha rotina. -Risos-
Esse texto não se trata de uma análise pormenorizada do livro, até porque não acho de bom tom contá-lo integralmente e estragar a surpresa, e muito menos uma crítica acerca das discussões que a autora criou com seus livros. Até porque na minha apreensão isto serve apenas como pano de fundo para o desenrolar da estória, desse conto de fadas como a E. L. James mencionou numa entrevista à revista VEJA em setembro de 2012, e permear o imaginário do leitor(em sua maioria mulheres) de imagens ditas como erradas, que durante séculos de repressão foram varridas para os recônditos de suas mentes. 
Portanto, não posso evitar o provável julgamento de vários ao lerem esse post, assim como não poderia deixar de escrever.  Enquanto as pessoas viverem subjugadas sob a opinião dos outros e não emitirem a sua própria opinião a respeito das coisas desde as mais ínfimas, nunca poderão ter uma decisão acertada e ponderada sobre o mundo e sobre as coisas. Acredito que só se possa conhecer algo de fato se deixar permitir a isso, e usando as sábias palavras ditas por Padre Claudio na homilia que ele por sua vez tomou emprestado de Madre Tereza, se você julga, nunca poderá amar, pois terá perdido muito tempo. 
Realmente espero que quem leia esse texto, se inspire e leia o que tem curiosidade e não o faz porque o colega disse que era chato todos tem direito de emitir sua opinião, agora você se privar de ter a sua baseada na de outro, aí já é tolice. 
Aaaah! Espero ansiosamente a escolha dos atores para o filme. Postarei aqui assim que decidirem os atores definitivos, pois já mudaram diveeeeeersas vezes (minha ansiedade só aumenta!!). 

Beijos e abraços! 
Baunilha - leiam e entenderão!

Ps. Já sinto saudade das palavras espertas do Sr. Grey e de todo seu charme.
Ps2. Claaaro que vou reler os livros,só vou dar um tempo e quando a saudade bater, será sempre muito bom rever o Sr. Grey e Ana. 


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Tenho postado pouco

Em detrimento da faculdade, que é o meu sonho, bem verdade que há dias em que ela é meu pesadelo, trabalho em cima de prova e pequisa. Ufa! Coitada de mim! Eu, bancando a vítima, pra variar! kkkk
Sim... Achei um texto no blog do Lucas(Silveira) que é bem o que eu venho tentando escrever e não tenho conseguido seja por falta de tempo ou de "tato" com as palavras.
Aproveitem as palavras lindas dele!

Tenho escrito menos
E vivido um pouco mais. A literatura de meus dias perdeu o caráter de micro conto, por isso não mais os tantos posts. Virou romance que não mais se capitula em poucos parágrafos. Muitas vezes abandonei em branco o texto, pois olhava, míope, para dentro de mim e nada via senão o nebuloso vulto da ulceração que ainda gritava em vermelho. Precisava encontrar um caminho para a superfície, mas no fundo daquele poço encontrei um par de lentes.
O romance nos desafia a convicção, por vezes tira a paciência, e pode até nos subtrair alguns anos da vida, mas quando é que alguém, por um segundo que fosse, cogitou – a sério – viver sem ele? Nossas aspirações vão, cada vez mais, aproximando-se da realidade; a gente passa a prometer menos, mentir menos, e chega até a achar que, dessa vez, erraremos menos, por julgarmos saber onde escondem-se todas as bombas desse campo minado. Nem preciso lembrar que a única certeza no romance é a de se estar eternamente em apuros, saracoteando as pernas para não se deixar afundar totalmente no obscuro e indecifrável oceano que é a vida daquela pessoa com a qual estamos de mãos dadas.
Em apuros pois é perigoso. É perigoso porque a gente arrisca. E a gente arrisca porque quer. Ninguém nos obriga a viver o amor, mas a gente ama vivê-lo. Ninguém nos obriga a sentir as mesmas dores de novo, mas a gente se quebra em mil pedaços para sentir o prazer na cura. A gente acha que pode viver sem, mas as palavras soluçadas no fim de uma noite ébria evidenciam o que, para todos ao nosso redor, já era óbvio: estamos fodidos.
Em apuros não estou só eu, estamos todos nós, meus caros. Romance é o que se persegue pelas esquinas, que foge à luz dos postes, e ele está bem. Em perigo estamos nós, nesse apuro que reside na nossa urgência em vivê-lo. Vivê-lo, mesmo que torto, inacabado, ferido, precipitado, errado, proibido, ou impossível. Vivê-lo de verdade, com intensidade e sem escudos. Como deve ser, e como inevitavelmente é, quando nosso coração nos dá aquela única e inevitável rasteira que nos faz quicar no chão.
Viver o romance é estar em apuros.
Estou vivendo, e não quero ser salvo.

Lindo, não? Lucas, se você um dia ler meu blog(pense na felicidade da garota), acho que deveria pensar em colocar esses contos em livro, se é que já não pensou já que sua cabeça é a mil por hora. 

Pessoas lindas, eu me apaixono cada dia por tudo o que vejo e principalmente pelo que eu aprendo. Para muita gente a universidade é só um obstáculo a ser vencido,mas eu tentarei e tento extrair o máximo que posso de cada coisa que me é dita pelos professores ou por alunos em períodos a minha frente. A vida é uma travessia tão bonita, é um romance como bem disse o Lucas. Eu encontro o amor da minha vida e não largo dele mais, e a vida é assim, ela é dada a você e não te larga mais, pois então viva, cara!!  Larga de ser frouxo (como todo o respeito) e vive!!
Larga de ser frouxa, Mari! Digo isso a mim mesma todos os dias! A vida é feita para os que tem atrevimento e não pra os que se escondem atrás dos cabelos ou da "maquiagem".        


Beijos e abraços.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Pra tudo há seu tempo

Quem nunca ouviu aquela frase que diz: "Quando Deus fecha uma porta,ELE abre uma janela" ? Eu mesma ouvi inúmeras vezes.
Ouvia,mas pensava que era dito popular,essas coisas. Mas tem momentos na vida que são iluminadores,que nos fazem ver com clareza certas coisas,coisas que não veríamos com tanta nitidez. E me atrevo a dizer que só adquirimos essa clareza quando,muitas vezes,não conseguimos aquilo que queríamos. Quando o universo vem e bagunça nossos planos,ou aqueles que pensávamos que queríamos. Mas quem somos nós para planejar tão milimetricamente a nossa vida? Não digo que não devemos ter metas ou sonhos,com certeza devemos,mas não sermos arrogantes ao ponto de acharmos que controlamos tudo como se a vida viesse com um manual assim como os aparelhos eletrônicos que compramos. Essa presunção alienada que o sistema de consumo nos prega, de que você precisa ter controle de tudo, além de não ser saudável soa até ingenuamente. Portanto,não se maltrate se algo não deu certo para você da forma como você pensou,tente ver a "janela" que Deus e o universo abriu no lugar da porta que se fechou.

Tenham um dia ensolarado como esse aqui em São Luís.
Beijos e abraços

domingo, 21 de julho de 2013

Presente de aniversário

video
Meu irmão(quem canta no vídeo) fez esse vídeo de presente para mim.
A música se chama "lebruce" do Visconde - diz muito sobe mim.

Happy 20 years! ♥ 

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Ressaca filosófica

Não consigo escrever sobre mim honestamente há tempos
Escrevo,escrevo,escrevo e nada parece ser verdadeiro,parece que não sou eu quem está escrevendo,não mais aquela menina que três anos atrás criou esse blog para postar sobre o que ela quisesse ou estivesse sentindo.
Essa menina ainda existe,ela conversa com as amigas,se abre,mas não consegue por no papel toda essa áurea que a ilumina e a faz ver beleza em cada novo dia que aponta no horizonte.
No meio da multidão que cantava os sucessos da Falamansa no sábado me senti só,senti saudade de ter alguém ao meu lado para dançar agarradinho aquele danado de bom forró pé-de-serra,alguém mais que um amigo,alguém que nem precisasse ter um rótulo de 'namorado'para saber que nossas almas haviam se encontrado na vida. Aquele encontro que flui,um fluxo perfeito de dois corpos que não mais sabem viver sem o cheiro do outro.
Tô pronta para me jogar de cabeça de novo. Só falta . . .
Então como diz a música: "Spend more time living" e é isso que estou fazendo. 
Beijos e abraços

domingo, 23 de junho de 2013

Ah,Itália,Dio Mio!!

Estava com muita vontade de assistir um filme,sempre faço isso quando preciso arejar minhas ideias, e meu irmão sugeriu um de suspense,mas não gosto de assisti só,portanto pensei em procurar filmes que se passam na Itália,pesquisei e entre uma série de filmes achei esse e a sinopse me atiçou a curiosidade. Se chama 'Sob o sol da Toscana',filme inspirado no romance homônimo de Francis Mayes,o qual quero ler urgentemente.
As imagens,a música,a comida tipicamente italiano por si só já vão deixar vocês com vontade de ver,eu espero (:
A história não é clichê,a escritora tinha um marido,carreira e era feliz,descobre que era traída e que o marido na verdade nunca lhe amou. Perde a casa para ele e a amante,vai morar num prédio onde só moram divorciados,fica deprimida e as amigas a presenteiam com uma excursão pela Itália,onde ela compra uma casa por impulso,reforma a casa,vive,enfim... se eu disser mais vou contar todo o filme e não terá graça.
É um filme que me fez ver que às vezes a nossa vida só está como uma torneira com tubulação enferrujada,basta trocar a tubulação e a água vai jorrar! Vai sim,acredita! 
Cai entre nós,os italianos...são de tirar o fôlego,não?! Risos.
Uma boa noite ou bom dia se estiverem me lendo do Japão! Risos.

Beijos

Ps. A boa receita para a autora do livro e para a protagonista(são a mesma pessoa ^^) é comida,amigos e sol.
Ps2. Quando eu for à Itália com toda a certeza irei conhecer a região da Cortona,Toscana,onde fica a casa que a Francis comprou. 
Ps3.  Quero conhecer o local onde o senhor todos os dias ia colocar as flores e sentir o aroma daqueles campos floridos! Si Si!

quarta-feira, 15 de maio de 2013

De volta aos anos 80

Olá! Sei que andei sumida(para variar rs) e cá estou.
Aqui é a Olive citando os filmes do John Hughes.
Numa dessas madrugadas da vida estava assistindo o filme 'A Mentira' estrelado pela Emma Stone e esse filme cita vários clássicos da Sessão da Tarde,o que me deixou com  vontade de vê-los e um deles eu já risquei da minha lista, se chama Sixteen Candles ou Gatinhas e Gatões. Eis a sinopse: Samantha Baker (Molly Ringwald), uma adolescente que está completando 16 anos, sonha em namorar um colega que infelizmente namora uma linda jovem. Além disso, em virtude do casamento de sua irmã mais velha seu aniversário é totalmente esquecido e, como desgraça pouca é bobagem, um garoto começa a assediá-la de forma inconveniente.


Essa sinopse não ajuda em muita coisa,mas aqui vai minha contribuição.
A história é clichê, a menina que gosta do menino mais velho e popular da escola,mas ele não sabe que ela existe.O diferencial é o garoto,o Jake Ryan,ele apesar de ser jogador de basquete ou era futebol americano? Não lembro! rsrs Enfim... Ele tem uma namorada(ficante) barbie perfeita,mas ele não parece muito satisfeito com esse TUDO que ele tem.
A Samanta tadinha nem imagina que sua calcinha vai parar com o Jake,acreditem com o Jake!! 
A Sam é uma fofa! *-*
Imagina você chegar em casa e dar de cara com um chinês? E ele ainda te chamar de coisinha fofa? É de rolar de rir! Assistam,não se arrependerão!

O próximo é o 'The Breakfast Club' ou Clube dos Cinco com a Molly também!! 
Assim que eu assisti-lo postarei aqui!

Ah!... Pessoal, esses filmes que eu citei são do diretor John Hughes- assunto para outro post.

Beijos e abraços. 

domingo, 28 de abril de 2013

Como nos meus sonhos

O título da postagem que estou escrevendo é proveniente de uma música do Ep "Valsa e Vapor" do cantor maranhense,Phill Veras,que já fora citado previamente aqui no blog,mas o que me traz aqui não é ele e sim o  título da música.
Bem,você já imaginaram com certeza um príncipe encantado na maioria de nós que vinha num cavalo branco,de olhos claros e que aquele ar do século retrasado,mas o meu príncipe,aquele meu tipo de homem não é bem assim. Ele tem uma cara de bebê intercalando com um jeito maroto de ser,uma barba ou barbicha(sou louca por isso),um pouco mais alto que eu,visto que eu tenho meros 1m e 68 cm. Ele nem é bombado,mas também não é magérrimo posto que já basta eu de zero gorduras trans - risos- E acreditem se quiser eu achei um exemplar desses numa festa quinta-feira. Com um papo bom e um astral pra lá de Bangladesh e ele não era daqui. Poxinha :( Mas como eu acredito em destino e essas coisas,creio que vai que um dia eu precise dar uma voltinha pelo Brasil e paro por lá... O futuro a Deus pertence e Ele sabe o que me fará feliiiiz completamente.

Beijos de uma sonhadora quase realizada! :DD

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Today

Não sei se perceberam, mas eu ando postando com maior frequência,pelo menos nesses últimos dias,levando em consideração que estou madrugando para digitar um trabalho/desafio proposto pelo meu professor da faculdade.
Estou viciada em Awkward,o que me ajuda a manter o inglês vivo na minha memória e me divertir quando repasso as cenas na minha mente. Terminei as duas temporadas inteiras em três dias pelas minhas contas. Eu precisa vê-la toda senão morreria de curiosidade,o que não é nada legal para mim,porque fico ansiosa. Enfim.
Awkward tem me feito ter vontade de postar mais,porque a personagem principal também tem um blog e sinto que quero escrever tão bem quanto ela. Quem sabe um dia. (:
Mas por enquanto me contento em terminar o trabalho da faculdade e o professor não rasgar na minha cara.  (risos)

Beijos e abraços.

Awkward

Creio já ter falado sobre essa série no post anterior,mas senti a necessidade de um post só para falar dessa série que está me animando,me deixando viciada e me fazendo rir sozinha,o que não é uma coisa difícil,mas levando em conta minhas ocupações não tem muito espaço para sair e me divertir,portanto está sendo ÓTIMO passar um tempinho vendo algo que não se refira a leis ou a trabalho,ou a nada que me dê vontade de sair correndo e gritando pela rua,se é que alguém que está lendo esse post me entende.
Bom,essa série é muito engraçado,morro de rir a cada novo episódio que assisto,sério!
Vou apresentá-los à "Awkward".
Conta a história de uma estudante invisível, Jenna Hammilton. Após sofrer um acidente bizarro, todos começam a pensar que Jenna é uma garota suicida, e assim, começa a ganhar um certo tipo de popularidade. Mas o problema é que Jenna se apaixonou pelo garoto mais popular da escola, Matty McKibben, e ele para não ser ridicularizado, namora com ela às escondidas. Fonte: Wikipedia
Essa sinopse é meia boca,mas em suma é disso que se trata a série,mas se vocês estiverem tendo um dia entediante procurem assim : "akward 1 temporada online" no Google e vocês vão achar um site que tem ela até a segunda temporada inteira online,vocês vão esquecer dos pepinos e rir um bocado.
ps.: O Matty é um fofo
Beijos e abraços cor-de-rosa e tenham uma ótima madrugada.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Mais uma série para o meu tempo ocioso

Olá! Descobri recentemente um seriado produzido pela MTV chamado: Awkward.
Bem,parece clichê do tipo a perdedora da escola se apaixona pelo galã-que todas as meninas ficam loucas,mas tirando essa minha sinopse furreca é beeeeeeeeeeeem engraçado! Eu tô rindo demais,se é uma coisa que eu gostei nessa série é que me faz rir.

Espero que gostem!

Beijos e abraços.

sexta-feira, 29 de março de 2013

Dias

Olá! Como vão? Eu confesso que vou um pouco atarefada,sabe?
 Muita pressão do tipo: você tem que fazer isso e aquilo e aquilo outro,mas você também tem que fazer concurso,tirar boas notas na faculdade e passar no concurso etc.
Eu sei que os pais nos amam e por isso cobram tanto,mas será que essa cobrança excessiva não acaba nos afastando deles? Acho que sim. Pelo menos é essa a sensação que tenho às vezes,dá vontade de fugir,de pegar um mochilão e correr para o mundo!

Sexta-feira da paixão e eu me queixando,né? Vamos aproveitar esses dias e pensar na nossa vida,o que queremos para ela e o que devemos deixar morrer.

Desculpem o desabafo.

Beijos e abraços.

domingo, 24 de março de 2013

Desculpas

Às vezes eu tenho bastante raiva de mim pelo seguinte motivo: sou muito boa com as pessoas que chego a ser abestada,de forma que eu insisto em falar com alguém que nem me responde pelo simples fato de achar a conversa boa o suficiente para não ver que estou passando vergonha ou parecendo mala. 
Quando reflito,vejo que em alguns momentos essas pessoas podem ter interpretado de forma errônea,mas não sou tão mala assim,gente! Só que às vezes me sinto muito sozinha e a única forma que encontro é falar com os meus amigos. Duas amigas minhas são amigas mesmo! Risos. Elas me aguentam na TPM e isso eu valorizo muito! Sei que nem todos os amigos,quando digo amigos me refiro aos meninos mesmo,não tem saquinho para ouvir meus papos,nem sempre tão empolgantes e por isso peço mil desculpas à eles e agradeço também os que me ouvem quando preciso.
Ressalto que podem me chamar a hora que quiserem,durmo com o celular ligado,portanto eu posso responder a hora que for,dependendo do meu grau de sonolência,claro! 
Sinto que eu precisava escrever sobre isso ou eu ia enlouquecer!!!!
Ps.: Não vou mais falar com quem não quer o prazer de minha companhia,mesmo que seja contra o que acredito. Não acho que orgulho faça bem a ninguém,mas eu gosto das pessoas e só quero senti-las! 

Beijos e abraços envergonhados.

domingo, 17 de março de 2013

Hola,que tal?

Como vão vocês,meus amores?
Eu vou bem,graças a Deus não posso me queixar de nada,nadinha mesmo!
Completei um mês na academia,siiiim,estou na academia!!! Só não fico alardeando para todo mundo por um motivo bem simples: Não quero que ninguém crie expectativas do tipo "fica bombada". 
Mas o fato é que eu estou mudando e estou mudada! Minha alimentação mudou radicalmente,estou mais disposta,comendo o que eu dizia que não gostava,não tomo mais refrigerantes(Graças a Deus),o mínimo de porcarias possíveis,tô até parecendo gente! - Risos- Claaaro que de vez em quando dá uma doida e eu ataco a geladeira! kkkk
Tô contente por mim!! E espero que eu motive vocês a fazer exercícios físicos,pois descobri que é a MELHOR coisa! Faz um bem duplo - corpo e mente - você esvazia a mente e seu corpo ganha movimento,que é tuudo que ele precisa!
Vou tentar ao máximo fazer um diário de bordo da academia,acho isso um máximo,ver a academia contada por alguém que era totalmente avessa e está se tornando uma louca viciada em mudar os pesos nas máquinas kkkkk Sei que é difícil de imaginar,mas eu tô assim! Quem tiver meu foursquare sabe que eu não to mentindo! 
No caminho do 2º mês,viva!! \o/

Beijos e abraços.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Macaé

 Letra da música,aqui (:
Essa música é de autoria da cantora Clarice Falcão,mas o vídeo que postei é de um cantor maranhense muito bom chamado Phill Veras,que em breve ilustrará um post que estou planejando sobre cantores da cena atual da música brasileira.
Bem,deleitem-se com essa bela voz e essa letra linda da Clarice!

Beijos,abraços e uma linda quinta-feira.

Das coisas que sinto

Desde que uma amiga publicou no facebook que o Jorge Vercillo iria fazer um show aqui na ilha fui ouvir uma música que eu gosto muito chamada "Ela une todas as coisas",mas acabei dando de cara com uma que não lembrava direito,"homem aranha". Essa música é uma das coisas mais lindas que eu já ouvi! A letra é belíssima e ontem à noite quando estava ouvindo,senti uma euforia,uma felicidade que me contagiou por inteira,fiquei tão ansiosa,como se eu pudesse sentir que alguma coisa boa fosse acontecer.
Tá bom,tá bom podem me chamar de maluca ou do que for,mas estou sendo honesta quanto ao que senti.
Então vamos à música. Com esse título de homem aranha,nós pensamos logicamente no herói de HQs,filmes e tudo o mais,mas esse homem aranha retratado por Jorge Vercillo é um homem que pode ser qualquer um,mas aquele que rala de sol a sol,põe o filho para dormir e que está cansado de prender bandidos e de balas perdidas.   >>Letra da música

A felicidade pode estar nos lugares onde menos imaginamos,é só abrir os olhos e atentar para o que realmente importa.

Beijos e abraços.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Dolores Duran: Viveu e morreu de amor

Como deve ser alguém viver sabendo que não tem muito tempo de vida? 
Dolores Duran sabia que não ia viver muito,mas nem por isso deixou viver um único dia que fosse. Não disse não aos amores,apesar de sua mazela fosse ele: o coração. Coração este que foi acometido aos nove anos de idade por uma febre reumática que o deixou doente para o resto da vida.
Foi uma mulher incrível cuja importância fora imensa e sua contribuição para a música brasileira fora incontestável.
Uma pessoa que vivenciou os sentimentos contidos no que cantava.
Cantou o amor em todas as línguas mesmo sem nunca tê-las estudado. Sotaque perfeito,o que tornava impossível acreditar que ela as teria aprendido apenas ouvido discos e que tivesse cursado somente o primário.
Com 29 anos falece de um infarto que dessa vez não permitia a ela resistir. Viveu e morreu de amor,sem nunca deixar de ser feliz.

Dá-me, Senhor
Uma noite sem pensar
Dá-me Senhor
Uma noite bem comum
Uma só noite em que eu possa descansar
Sem esperança e sem sonho nenhum
Por uma só noite assim posso trocar
O que eu tiver de mais puro e mais sincero
Uma só noite de paz pra não lembrar
Que eu não devia esperar e ainda espero. (Noite de paz - Dolores Duran)


Nós que não temos nenhuma doença vivemos deixando tanta coisa escapar e ela que sabia que não viveria muito e mesmo assim viveu tanta coisa. Vamos aproveitar e viver cada dia como se fosse o último como a Dolores.

Beijos e abraços

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Carnavália


“Quanto a mim, acho que estou muito bem. Poucas vezes me senti assim. Pela primeira vez estou comandando completamente a minha própria vida.”

(Caio Fernando Abreu)


O carnaval vai deixar saudades para muita gente.Inclusive para mim...O ano agora sim pode começar! Vem com tuuuudo!

Beijos e abraços de uma quarta-feira de cinzas molhada aqui na ilha.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Primeira parada: Universidade!

Oi,galerinha que aparece por aqui vez ou outra!
Hoje começa uma nova etapa da minha vida(acho que a que eu sempre quis),a universidade!
Tô numa expectativa louca como se hoje fosse meu aniversário,acreditam? Ai ai.
Para muita gente pode até ser surpresa tipo...Direito?! Mas quem me conhece sabe que eu tinha que ir para algum curso que fosse da área de humanas,exatas não tinha jeito! kkkk 
Agora tenho que ir,pois vou já já me arrumar ;)

Beijos e abraços universitários (:





Ps. Hoje eu acordei com cheirinho de terra molhada,brinquei com meu priminho gostoso-lindo e não sei o porquê eu tô muito feliz e espero que essa felicidade permaneça aqui dentro de mim por muito tempo(faz um bem para pele!).

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

domingo, 27 de janeiro de 2013

2013: Ano de mudanças

Olá,habitantes! Como vão? 
Talvez o que eu vá escrever aqui vá chocar vocês,não é nada que envolva mortes nem nada rs.

Eu sempre fui chata com os meus gostos musicais e sempre fui crítica dos gostos alheios,pois achava que os meus gostos eram os melhores assim como boa parte das pessoas também acham,mas com o passar dos anos o amadurecimento vai chegando e você aprende a suportar e de tanto "suportar" os gostos digamos assim "exóticos" dos amigos,acabei gostando de alguns,é...deixei de ser caxias com essas pequenas coisas e sabe que para mim foi a melhor coisa que aconteceu! 
Eu adooooro dançar seja o que for e é impossível ficar parada. Às vezes me via num lugar que estava tocando forró(aqueles em que o ritmo é ótimo e a letra nem tanto),morta de vontade de dançar e com vergonha só porque eu dizia para o mundo todo que eu detestava isso.
Levar a vida de forma mais leve é tão melhor! É como se 100 kg das minhas costas fossem tirados. Tá,eu sei que estou sendo dramática,mas é preciso para que vocês vejam o quanto ser intolerante pode te privar de viver momentos divertidos.

Divirtam-se e sejam felizes!

Beijos e abraços :*

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Deleite da madrugada

Falar é completamente fácil,
quando se têm palavras em mente
que expressem sua opinião.

Difícil é expressar por gestos e atitudes
o que realmente queremos dizer,
o quanto queremos dizer,
antes que a pessoa se vá.
(Drummond)
Quando leio esse poema do Drummond penso naqueles amores avassaladores nos quais você mal conhece a pessoa e quando ela aparece seu coração bate como uma escola de samba,o coração vai até à garganta,o pulso acelera e você não consegue dizer nada do que pensou em dizer,coisas inteligentes,cultas,poéticas ou até aqueles verdes básicos para saber do que a pessoa gosta e na hora só sai bobagem e você fica sem graça pensando que o cara tá te achando a maior sem noção do pedaço. Rsrs - Imaginação fértil essa que eu tenho,não?

Boa noite para todos os fofos que ainda habitam nesse meu cantinho!
Beijos e abraços

Ps. Ver filminho aqui ;)

sábado, 19 de janeiro de 2013

Dicas: Filminhos

Oi,pessoal! Sumi uns dias pelo seguinte motivo: O Ben,meu laptop,andou muito ocupado com as produções musicais do meu irmão aliás se quiserem dar uma olhada no trabalho dele clique aqui.
Sim continuando...Falei num post anterior que daria o nome de uns filmes que andei vendo nesse meu breve período de férias.
1) Muito bem acompanhada(The Wedding Date) - 2005
Kat Ellis é uma solteira novaiorquina que é convidada a ir a Londres para o casamento da irmã mais nova. Ela resolve contratar um acompanhante de luxo para não ir sozinha ao casamento, ao mesmo tempo que aproveita para tentar fazer ciúme no seu ex-noivo, que a abandonara dois anos antes. Mas ela descobre que um relacionamento de mentira é mais estressante que um verdadeiro.
>> Essa é a sinopse que eu encontrei na Wikipédia e não condiz muito com o que eu assisti quer dizer diz exceto a última frase,pois eu compreendi que ela realmente queria passar uma imagem de que não estava nem ai para o ex-noivo,que por sinal é um mala rs,e contrata o Nick,um acompanhante de luxo que vai mostrar para ela o quanto ela é bonita e pode ser desejada. Não vou contar mais porque vai perder a graça,né? rsrs 
Nota: 10! ^^ Tenho que impressionar para que assistam. Quero comentários depois,tá? 
Acho que eu vou ver de novo rsrsrs



2) As vantagens de ser invisível(The Perks of Being a Wallflower) - 2012
Os protagonistas.
Charlie é transferido para uma nova escola e nesta nova escola tem muita dificuldades de interagir com os novos colegas. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Seu professor de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si, até o dia em que dois amigos, Patrick e Sam, passam a andar com ele.
>> Mais uma vez essa é a sinopse da Wiki,mas eu adoro o meu pitaco rs. 
O filme é ótimo,fala sobre a vida dos jovens,é um pouco introspectivo,mostra a realidade da juventude e a dificuldade de que eles tem de se "encontrar".
Trilha sonora lindíssima! Tem The Smiths e The Wallflowers(a banda do filho do Bob Dilan).
Ps. O intérprete do Charlie é uma coisa muito fofa,para mim ele atuou maravilhosamente bem!


Emma Watson numa cena muito fofa.
Nota: 8

Espero que gostem de algum deles!

Beijos e abraços :*

sábado, 12 de janeiro de 2013

Eu Caio (:

Porque o coração nem sempre é mocinho. Foi por isso que corri, tentei fugir, mas quando tem que ser, não adianta, será.
(Caio Fernando Abreu)

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Asterisco

Nenhum título se encaixaria no que eu vou escrever então arranjei esse bem tosquinho. Rs
Bom,acho que a crise dos 20 está batendo à minha porta e eu resolvi(estranhamente) fazer meu mapa astral no site chamado "Somos todos UM". Rsrs Eu sei que é esquisito,mas eu também acho que é a falta de lactose no meu organismo que está me deixando assim também. É que eu acho que eu sou intolerante a proteína do leite,ultimamente ela não tem me feito tão bem assim.
Minha mãe está tão fofa comigo,não que ela nunca tenha sido,talvez seja eu que esteja mais maleável,é...2013 me fez um bem danado! Rs Tomara que continue assim. #Oremos
Sim...vou terminar o meu cadastro no meu mapa astral...*momentos de tensão*
Caramba! Eles me leram totalmente! E é claro que não vou postar aqui,né? Rs Mas digamos que o site disse tudo o que eu sabia! E o meu ascendente é perfeito *-* Rs Nem sei se eu acredito nisso,mas nunca se sabe!
Tenho várias dicas para os próximos posts,esperem para ler.
Beijos

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

A arte de não esperar nada

Bom dia ou boa tarde para quem está de acordo com o horário de Brasília,como eu não estou seguindo-o,bom dia a todos!
Oi,pessoas queridas! Como foram a virada de vocês? A minha foi um mix de muitas coisas. Como assim? Deixa que eu explico. Eu não estava colocando muita fé que onde eu passei a virada estaria bom,mas foi totalmente o contrário,foi ótimo,sabe? Pela primeira vez na minha vida eu curti como nunca,não me importei com nada,me soltei a bessa. Uhul! Foi tão bom que eu nem quis tirar foto,esqueci de câmera,de tudo e só curti o momento. Muito bom! kkkk #vemcomtudo2013
Me contem como foi a virada de vocês também!

Beijos e abraços.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...