Páginas

segunda-feira, 22 de maio de 2017

O tal do autoconhecimento


Para começo de conversa, esse tal do autoconhecimento é difícil pra CACETE (desculpem a expressão). E como é.
Venho tentando atingi-lo desde os meus...sei lá... desde que comecei a criar um pouco de juízo, porém sempre acontece alguma situação que puxa nosso tapete e diz que ainda não aprendemos tudo e que precisamos dar uma baixada na nossa bola - pelo menos comigo é assim (se não é com você, foi mal rsrs). 
Na última semana ocorreu uma situação que deu uma rasteira certeira no meu ego, daquelas que sacodem e dizem "não é bem assim, baby". Pois é.. A minha sorte é SEMPRE estar próxima de amigos (as) maravilhosos porque se não fosse Carol lá... Provavelmente teria ido embora na hora ou no mínimo deixaria nítido no meu rosto que não estava nada bem. 
Sei que você, caro leitor, não deve estar entendendo, mas tente imaginar uma situação que você tenha vivido, que tenha te feito repensar sobre o que você quer da vida, seja um relacionamento ou mesmo um resultado ruim numa prova da graduação, mestrado ou mesmo do ensino médio. 
Acredito que a grande questão é que achamos que sabemos o que queremos e o que não queremos, e talvez saibamos, todavia a vida é movimento e isso faz com que mudemos o tempo todo, para tanto  é preciso tempo para se reajustar a esses novos anseios. E não, não há nada de errado em demorar para entender o que se passa contigo. 
Ás vezes sinto como se estivesse nadando contra a correnteza e a fadiga me atingiu então a maré foi mais forte que eu e me trouxe de volta à praia. Noutras tantas estou no meio do mar e ele está calmo (assim como meus sentimentos e pensamentos) e assim consigo navegar novamente. 
Saiba identificar em qual desses momentos você está vivendo e tente (apenas tente) ver serenidade no meio desse (aparente) caos. 
Beijos,
M
P.S. Prometo tentar voltar mais vezes.

3 comentários:

  1. Obrigada pelo excelente texto. Você soube abrir seu coração e passar uma bela mensagem, como sempre. E está certa, é difícil nos conhecermos no todo porque estamos em constante mudança. No entanto, continuamos tentando. Mais uma vez, obrigada pelo texto. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço a visita e por ter lido com atenção.
      Nossa mudança é diária.

      Excluir
  2. Volte sempre, mesmo!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...